Espaço de notícias da região centro

terça-feira, 17 de setembro de 2019

O “Saúde com conC|Serto” realiza-se a 27 de setembro, na Aula Magna, do IPV.

Delegação Regional do Centro da Saúde em Português organiza segunda edição de espetáculo solidário





Depois do sucesso da primeira edição que esgotou a bilheteira, dia 27 de setembro, às 21h, o “Saúde com conC|Serto” volta à Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu.

Nesta noite, vamos poder assistir ao espetáculo de magia de Zé Mágico e às atuações musicais dos Expresso Cool e do Coro Mozart. A Delegação Regional do Centro da Saúde em Português vai ainda mostrar os seus projetos e fazer um balanço da sua atuação em Viseu.

O total de receitas da bilheteira reverte a favor da Associação. Todos os artistas presentes juntaram-se a esta causa de forma 100% solidária. Refere-se ainda que na Delegação Regional do Centro da Saúde em Português nenhum recurso humano é remunerado, sendo todos os recursos financeiros canalizados para os nossos projetos.

Bilhetes à venda na Santa Casa da Misericórdia de Viseu (Jardim das Mães), na Clinica Baccari e  através da página de Facebook www.facebook.com/saudeemportugues.centro.



Sobre a Delegação Regional do Centro da Saúde em Português

Após 20 anos vida, a Saúde em Português inaugurou a sua primeira Delegação - a Delegação Regional do Centro, em Viseu.

E são vários os projetos que já temos no terreno: o Saúde na Esquina (apoio médico, físico e psicológico, trabalhadoras do sexo, o Saúde sem Teto (apoio médico, físico e psicológico, a sem abrigo), a Saúde na Prisão (dinâmica de várias temáticas no Estabelecimento Prisional de Viseu) e o Saúde sem Diferença - CAT (dinâmica de várias temáticas com meninos com necessidades educativas especiais ou de contextos sociais problemáticos).

Mais informações sobre nós:
saudeportugues.org
facebook.com/saudeemportugues.centro
instagram.com/saudeemportugues

Mais informações e confirmação de presença no espetáculo:

delegacaocentro@saudeportugues.org

MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE FRADES PROMOVE ARTE ANCESTRAL EM OLIVEIRA DE FRADES COM O CICLO DO LINHO

O Município promove no próximo dia 13 de outubro, às 15h00, o Ciclo do Linho na Praça Luís Bandeira, em Oliveira de Frades. 

Do programa faz parte a recriação das diversas etapas do ciclo do linho, uma reportagem em Covelo de Arca e a atuação do Rancho Folclórico de S. João da Serra.

 Nas várias fases que serão reproduzidas, o público terá a oportunidade de participar nas atividades e desfrutar de uma tarde de convívio e aprendizagem com costumes e tradições de outrora

FEIRA DE SÃO MATEUS RENASCEU MAIS BONITA EM 2019


Guardiã das Feiras Populares terminou ontem com 1 milhão e 142 mil entradas registadas. Em 2020, evento decorre entre 6 de agosto e 13 de setembro.

Chegou ao fim mais uma edição inesquecível da Feira de São Mateus, em Viseu. O certame encerrou ontem, domingo, depois de 39 dias de reencontros que voltaram a surpreender viseenses, visitantes e turistas.

Pelo quarto ano consecutivo, o tão desejado número mágico de 1 milhão de entradas foi superado no dia 10 de setembro. De entre os dias com maior afluência, foram os concertos dos Gipsy Kings e Ludmilla que bateram recordes de público.

Para além de um cartaz musical de excelência, que contou com grandes nomes da música lusófona, a Guardiã das Feiras Populares voltou a privilegiar as suas raízes e tradições, com atuações de grupos folclóricos na Praça de Viriato, a recuperação do Concurso de Fotografia, o regresso do Dia de Viriato e do Concurso de Vestidos de Chita e as gincanas de motas e carros antigos.

Também os domingos francos de entrada gratuita continuaram a conquistar o público familiar da Feira de São Mateus. No dia 18 de agosto, noite do Concurso de Vestidos de Chita, vieram feirar mais de 60 mil pessoas. Foi o dia com maior número de entradas, este ano.

Cristina Paula Gomes, Presidente da VISEU MARCA, declara que “a Feira de São Mateus continua a colocar Viseu no mapa dos grandes eventos culturais do nosso país. Por mais um ano, viemos a confirmar que somos uma das feiras populares mais qualificadas, atrativas e modernas de Portugal”.

A marcar a edição de 2019 da Feira estiveram as novas esplanadas dos pavilhões das farturas, a Roda Gigante, os primeiros Noivos de São Mateus, 90 stands de madeira dos expositores da Feira, a Fisca, a nova mascote do evento, e um projeto de luz que homenageou a gastronomia da região.
Em 2019, a Feira assumiu-se, também, como “a feira popular mais verde do país”, com novos importantes passos na redução da sua pegada ambiental. Palhinhas, talheres e pratos de plástico foram substituídos por alternativas mais sustentáveis.´

“A Feira revalidou o seu estatuto de certame popular de referência do país. Soube reconquistar a preferência dos portugueses e ser influente junto de turistas internacionais, contribuindo para a reputação e notoriedade da cidade e da região enquanto destinos. É ainda um motor económico e de emprego de Viseu muito relevante.”, afirma Jorge Sobrado, Gestor da Feira de São Mateus e Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Viseu.

A edição 628 já tem datas marcadas. Entre 6 de agosto e 13 de setembro de 2020, Viseu terá mais 39 dias para feirar. As tradições do certame e algumas novidades na requalificação do evento e no seu cartaz musical já estão em vista por parte da organização.


A VISEU MARCA voltou a contar com o apoio de um importante leque de parceiros e patrocinadores para a realização da Feira de São Mateus. São eles o Santander, Super Bock, MEO, Sumol, Jornal do Centro, Sumol, Delta, Galp, JS Clínica Médica, Fidelidade, Litocar, Ribeiro Santo, Nutriva, Lugrade, FNAC, Blueticket, Oceanário de Lisboa e Farmácia Viriato, assim como o Correio da Manhã e a CMTV.

Bloco de esquerda questiona novamente o SEPNA, desta vez directamente com o director, Coronel Vítor Manuel Roldão Caeiro, após sucessivas queixas sobre a ribeira de Dardavaz

O Bloco de Esquerda tem denunciado desde 2018 a poluição da ribeira de Dardavaz. Após as sucessivas comunicações e perguntas a diferentes entidades locais e nacionais, conseguimos ver reduzida a intensidade das descargas através dos colectores das águas pluviais, mas não as da ETAR. No entanto ambas continuam.

 Este é mais um caso de óbvio desleixo das autoridades locais, visto que as fontes de poluição têm origem tanto em empresas privadas, como numa ETAR pública. Lembramos as declarações do Presidente da Câmara Municipal de Tondela que dizia que a espuma era natural e formada pelo bater da água nas rochas.

 As descargas ilegais são feitas através dos coletores de águas pluviais da Zona Industrial da Adiça, bem como das águas rejeitadas pela ETAR da mesma zona industrial. As populações sempre temem as chuvas, que atualmente são aproveitadas para mascarar  uma contaminação regular e fatal para toda a região!

 O Bloco de Esquerda questionou o Director do SEPNA  acerca das diligências tomadas para punir os prevaricadores, tendo em conta a regularidade das descargas; se se têm repetido as averiguações e se tem conhecimento de alguma diligência adicional da APA-ARHC; se já tem conhecimento dos resultados das análises à água realizadas pela APA-ARHC há cerca de 8 meses; se foram realizadas novas análises e se poderão ser realizadas análises às águas subterrâneas.

 No início do ano de 2019 o Bloco de Esquerda, realizou análises às águas que comprovaram que “…claramente as duas águas (riacho e poço) são impróprias para consumo quer humano quer animal uma vez que existe uma elevada contaminação bacteriológica nos dois sistemas." O SEPNA informou-nos da realização de análises oficiais pela APA-ARHC cujo resultado continuamos a aguardar.

 A mencionada ribeira desagua no Rio Criz, curso que tem captações para consumo humano, que por sua vez, é um afluente do Rio Dão, junto à Albufeira da Aguieira, um dos locais de captação de água para consumo humano do sul do distrito de Viseu e de vários concelhos do distrito de Coimbra.

 Preocupam-nos as consequências da contaminação da água desta ribeira, o consumo por animais, ou no seu uso nos campos agrícolas, bem como o desconforto e afastamento provocado pelo mau cheiro, a contaminação dos solos e a destruição dos ecossistemas próximos.


No dia 21 de Setembro no Largo do Tanque, em Dardavaz, às 17 horas, vamos falar com a população e com quem pretenda esclarecimentos sobre a água, como a usar e proteger enquanto recurso natural, que tanto tem de escasso como de essencial. A conversa é acompanhada de um lanche partilhado.

II Encontro de Turismo de Natureza. em Oliveira de Frades

O Município de Oliveira de Frades promove, nos dias 20, 21 e 22 de setembro, o II Encontro de Turismo de Natureza

Este evento, dinamizado em parceria com várias empresas do ramo,  oferece ao turista e população local a oportunidade de experimentar um conjunto de atividades na Natureza. 

Durante dois dias, o turista tem ao dispor um conjunto de atividades na Natureza: passeio de bicicleta na antiga linha do Vouga, canyoning, canoagem, stand up paddle, orientação noturna e uma caminhada. 

Para mais informações siga o link:

Informo ainda que a Feira anual dos Saberes e Sabores da Serra em Santa Cruz, normalmente também associada à mostra gastronómica de cogumelos silvestres se realizará no dia 3 de novembro, inclui Percurso Pedestre “PR1 Rota dos Rios e Levadas”, com apoio e possibilidade de realizar apenas  metade do trilho. As inscrições  serão limitadas e a  informação adicional do evento seguirá em breve.

CANDIDATURAS DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR DECORREM ATÉ 31 DE OUTUBRO

O Município de Oliveira de Frades vai atribuir bolsas de estudo a alunos que ingressem ou frequentem estabelecimentos de ensino superior público, reconhecidos oficialmente pelo Ministério da Educação e Ciência, residentes no concelho de Oliveira de Frades. 

As candidaturas já estão abertas e devem ser realizadas no Gabinete de Ação Social até ao dia 31 de outubro. 

Com esta medida, o Município pretende motivar os jovens na sua formação académica, estimulando o sucesso educativo, contribuindo para uma sociedade mais justa e equitativa. 

Para mais informações, consulte o regulamento em www.dre.pt (aviso 9029/2019_Diário da república Nº 99/2019, Série II de 2019-05-23) 

domingo, 8 de setembro de 2019

VII. Edição - Feirinha de Usados, Biológicos, Arte e Outros



A Sétima edição da Sementeira tem como princípio transversal a todo o evento sensibilizar e promover uma sociedade e um sistema produtivo mais ecológico e ético, amigo da natureza e dos animais, dando a conhecer grupos informais, associações e atividades, que promovam a redução da produção de lixo, incentivem cidades e campos sem agrotóxicos e sustentáveis socialmente e ambientalmente. Do mesmo modo, na ‘Feirinha de Usados, Biológicos, Arte e Outros’ poderá haver produtos vários dentro do espírito deste regulamento.


A Sementeira

Como a sua designação sugere, a Sementeira, evento sazonal, propõe ser o solo fértil e propício à criatividade e produção de cultura em todas as suas vertentes, ficando a colheita ao critério dos visitantes, sem qualquer intermediação dos organizadores senão a de criar condições propícias à fruição livre de quem venha a frequentar os seus espaços.



Mais informações:

 https://www.facebook.com/sementeiraviseu/
Contacta-nos para: sementeiraviseu@gmail.com

LINK REGULAMENTO:

https://drive.google.com/open?id=1ngIC06JmhVHHgtSwdujpfDvewnFatOPD

LINK FORMULÁRIO: 

https://forms.gle/qCe9xz8Uu4voBgNg6